sábado, 19 de dezembro de 2015

Levantamento Bibliográfico de Dissertações de Mestrado e Teses de Doutorado brasileiras que vinculam temáticas das Relações Internacionais aos temas relacionados à Fome, Segurança Alimentar e Nutricional e Agricultura

O levantamento contém textos que foram publicados até o ano de 2015 nos repositórios das devidas instituições que sediaram a pesquisa. Além de produções da academia em geral, traz a produção elaborada por Diplomatas no âmbito do Instituto Rio Branco do Ministério das Relações Exteriores. Foram contabilizados 24 Dissertações de Mestrado e 16 Teses de Doutorado.
ALBUQUERQUE, Felipe Leal Ribeiro de. Atores e agendas da política externa brasileira para a África e a instrumentalização da cooperação em segurança alimentar (2003-2010).  252f. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) – Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2013.

ALMEIDA, Gabriela Flavia M. Perceptions on the effectiveness of the Brazilian technical cooperation for knowledge transfer in food security: The WFP-Brazil partnership on the Centre of Excellence against Hunger. 85f. Dissertação (Mestrado) - Institute of Development Policy and Management, University of Antwerp, Bélgica, 2014.

AMORETTI, Juliana. A luta pela terra e o poder político da comunidade frente à ordem política vigente: o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, no Brasil, e a Confederación Sindical Única de Trabajadores Campesinos de Bolívia. Tese (Doutorado) – Centro de Pesquisa e Pós-Graduação sobre as Américas (CEPPAC), Universidade de Brasília, Brasília, 2010.

AREIAS, Ana Carolina. Os limites da Cooperação: O Brasil e o G-20 nas Negociações Agrícolas da Organização Mundial do Comércio. Dissertação (Mestrado)- Instituto de Relações Internacionais. Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2010.

BARBOSA, Elter Nehemias. As Redes Transnacionais de Sociedade Civil e a Política Exterior Brasileira de Segurança Alimentar e Nutricional. Dissertação (Mestrado) - Instituto Rio Branco, Ministério das Relações Exteriores, Brasília, 2010.

BARBOSA, Pedro Henrique Batista. O Brasil e a Embrapa: O viés instrumental da Cooperação Técnica Horizontal. Dissertação (Mestrado) - Instituto Rio Branco, Ministério das Relações Exteriores, Brasília, 2011.

BARBUDA, Almir Franco de Sá. A FAO e a evolução do Tratamento Internacional das Florestas Tropicais. Tese (Doutorado) - Instituto Rio Branco, Curso de Altos Estudos, Ministério das Relações Exteriores, Brasília, 1989.

BORGES, Ricardo Carvalho do Nascimento. Colonização do Leste paraguaio: a participação do agricultor brasileiro. Tese (Doutorado) - Instituto Rio Branco, Curso de Altos Estudos, Ministério das Relações Exteriores, Brasília, 1990.

BRASIL, Pilar Figueiredo. O Brasil e a insegurança alimentar global: forças sociais e política externa (2003-2010). 143 f. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) – Instituto de Relações Internacionais, Universidade de Brasília, Brasília, 2013.

BUANI, Christiani Amaral. Da reconstrução do Estado ao Desenvolvimento: por uma nova legitimidade das Nações Unidas - o caso do Programa Mundial de Alimentos em Ruanda e Moçambique. Tese (Doutorado em Direito) - Centro Universitário de Brasília (UNICEUB), Brasília, 2014.

CABRERA, Juan Ignacio Romero. O Agricultor familiar no processo de modernização agrária do Uruguai: Estudo de Caso na Região de Salto. 221 f. Dissertação (Mestrado) - Departamento de Sociologia FFLCH– USP, Universidade de São Paulo, São Paulo, Brasil, 1998.

CAMARGO, Adriane de Sousa. Globalização e Hegemonia nas Relações Internacionais: o caso da Via Campesina por uma perspectiva Gramsciana. 117 f.  Dissertação (Mestrado) -Instituto de Relações Internacionais. Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013.

CANUTO, Patrícia. Emerging Donors and Food Assistance: Challenges and Opportunities for the partnership between Brazil and the World Food Programme. 61f. Dissertação - Centro Interuniversitario di Ricerca Per lo Sviluppo Sostenibile, Università degli Studi di Roma “La Sapienza”, Roma, 2013.

CARISIO, Maria Clara Duclos. A Evolução da Política Agrícola Comum da União Européia e seus Efeitos sobre os Interesses Brasileiros nas Negociações Internacionais sobre Agricultura. Tese (Doutorado) - Instituto Rio Branco, Curso de Altos Estudos, Ministério das Relações Exteriores, Brasília, 2004.

CEDRO, Rafael Rosa. A Política de Desenvolvimento Rural do Brasil no Início do Século XXI e o Acordo sobre Agricultura da Organização Mundial do Comércio. Dissertação (Mestrado) – Centro universitário de Brasília (UNICEUB), Brasília, 2012.

CORDERO, Claudia Carola Rios. Evolução do conceito de Segurança nas Relações Internacionais: uma análise das políticas de Segurança Alimentar Caso Bolívia. Dissertação (Mestrado) –Departamento de Ciência Política – FFLCH-USP. Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013.

COSTA, Mitzi Gurgel Valente da. A Ajuda Alimentar como Instrumento de Política Externa. Subsídios para uma linha de ação diplomática.  Tese (Doutorado) - Instituto Rio Branco, Curso de Altos Estudos, Ministério das Relações Exteriores, Brasília, 2000.

DE OLIVEIRA, Alexandra Maria. A contra-reforma agrária do Banco Mundial e os camponeses no Ceará–Brasil. Tese (Doutorado) – Departamento de Geografia FFLCH-USP, Universidade de São Paulo, 2005.

FALLET, Cristiane Lemos. A posição brasileira nas negociações agrícolas internacionais na OMC e seus desdobramentos nos demais foros de negociações: ALCA e Mercosul-União Européia. Dissertação (Mestrado) - Instituto Rio Branco, Ministério das Relações Exteriores, Brasília, 2007.

FELIPE, Ana Paula Soares. A política agrícola brasileira: as negociações na OMC. 2006. 130 f. Dissertação (Mestrado) – Instituto de Ciência Política, Universidade de Brasília, 2006.

FERNANDES, Arnaldo de Baena. A ação diplomática brasileira no Programa Mundial de Alimentos (PMA). 197f. Tese (Doutorado) - Instituto Rio Branco, LVIII Curso de Altos Estudos, Ministério das Relações Exteriores, Brasília, janeiro de 2013.

FONSECA FILHO, Benedicto. A Cúpula do Milênio como ponto de inflexão da estratégia de combate à fome, em escala global, pelo Sistema das Nações Unidas, e a Política Externa do Governo Lula. Tese (Doutorado) - Instituto Rio Branco, Curso de Altos Estudos, Ministério das Relações Exteriores, Brasília, 2007.

GUIMARÃES, Carlos Alberto Ferreira.  Codex Alimentarius: a participação do Brasil e os benefícios possíveis. Tese (Doutorado) - Instituto Rio Branco, Curso de Altos Estudos, Ministério das Relações Exteriores, Brasília, 1994.

LIMA, Thiago. A Resiliência da Política de Subsídios Agrícolas nos EUA. Tese (Doutorado) - Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Estadual de Campinas, São Paulo, 2014.

LIMA, Thiago. Desafios internacionais à Política Agrícola norte-americana: o contencioso do algodão entre Brasil e Estados Unidos e o CAFTA-DR. 141 f. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais ‘San Tiago Dantas’, UNESP-UNICAMP-PUC/SP, 2008.

LOURENÇO, Luiz Carlos de Brito. A construção do Estado estratégico: a percepção dos atores intervenientes nas políticas públicas para a agricultura no Brasil no período 1991-2005. 206 f. Dissertação (Mestrado) – Centro de Pesquisa e Pós-Graduação sobre as Américas (CEPPAC), Universidade de Brasília, Brasília, 2008.

MACHADO, Ana Paula Cunha. A Formulação da Política Comercial Externa Agrícola: Condicionantes Internacionais e Domésticos da Transformação Institucional do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. 115 f. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) – Instituto de Relações Internacionais, Universidade de Brasília, Brasília, 2009.

MANCINI, Cláudia. O Agronegócio e as Negociações comerciais Internacionais: uma análise da ação coletiva do setor privado. Dissertação (Mestrado) –Departamento de Ciência Política – FFLCH-USP. Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008.

MARTINS, Aline Regina Alves. Dependência e Monopólio no comércio Internacional de Sementes Transgênicas. Dissertação (Mestrado) – Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Estadual de Campinas, São Paulo, 2010.

MOTA, Rodrigo dos Santos. O combate à fome e à pobreza na política externa brasileira (2003-2010): do discurso à prática do discurso. 2015. 161 f. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) – Instituto de Relações Internacionais, Universidade de Brasília, Brasília, 2015.

MOTTA, Renata Campos. O risco nas fronteiras entre Política, Economia e Ciência: a controvérsia acerca da Política Sanitária para Alimentos Geneticamente Modificados. Dissertação (Mestrado) – Centro de Pesquisa e Pós-Graduação sobre as Américas (CEPPAC), Universidade de Brasília, Brasília, 2008.

NIEMEYER, Carolina Burle de. Contestando a governança global: a rede transnacional de movimentos sociais Via Campesina e suas relações com a FAO e OMC. 2006. Dissertação (Mestrado)- Instituto de Relações Internacionais. Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2006.

PONGIBOVE, Alfredo Eduardo Picerno. Políticas Macroeconômicas, Agricultura e Comércio de Produtos Agrícolas: o caso do Brasil e Uruguai. Tese (Doutorado) - Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1996.

RODRIGUES, Waldecy. Globalização, Competitividade e Exclusão Social em Sistemas Agroalimentares: Estudo comparado do processo de modernização e seus efeitos na produção primária de leite no Brasil e na Argentina. Tese (Doutorado) – Centro de Pesquisa e Pós-Graduação sobre as Américas (CEPPAC), Universidade de Brasília, Brasília, 2001.

RONDÓ FILHO, Milton. A Política Externa Brasileira e a Reforma Agrária, de 1979 a 2006.

SANTIAGO, Irina Leite. Os Regimes Internacionais para a Agricultura e a participação brasileira no Comércio Internacional. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) – Instituto de Relações Internacionais, Universidade de Brasília, Brasília, 2005.

SCHIMANSKI, Silvana. O contencioso sobre os subsídios ao algodão entre Brasil e Estados Unidos na Organização Mundial do Comércio (2002-2005). Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) – Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2006.

SENS, Diogo Filipe. A Política Externa Brasileira para a África durante o governo Lula (2003-2010): a Cooperação Internacional em prol da Segurança Alimentar. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) – Instituto de Relações Internacionais, Universidade de Brasília, Brasília, 2014.

SILVA, Bruno Henrique Neves. O Farm Security and Rural Investment Act de 2002 e o Acordo sobre Agricultura da OMC. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) – Instituto de Relações Internacionais, Universidade de Brasília, Brasília, 2007.

SOUZA, Renato Mosca. Uma Visão Brasileira do Processo de Reforma da FAO e da sua Busca de Centralidade na Governança Mundial em Alimentação e Agricultura: Perspectivas e Propostas de Ação. Tese (Doutorado) - Instituto Rio Branco, Curso de Altos Estudos, Ministério das Relações Exteriores, Brasília, 2010.

TEIXEIRA, João Marcelo de Aguiar. A Cooperação Internacional como Instrumento de Política Externa Brasileira. Propostas para a Participação do Brasil como prestador de assistência técnica no âmbito da FAO. Tese (Doutorado) - Instituto Rio Branco, Curso de Altos Estudos, Ministério das Relações Exteriores, Brasília, 2005.

TERRA, Pedro Murilo Ortega. O Mercado Indiano de Alimentos: Oportunidade para o Agronegócio Brasileiro? Atualidade e Propostas de Ações de Promoção Comercial. Tese (Doutorado) - Instituto Rio Branco, Curso de Altos Estudos, Ministério das Relações Exteriores, Brasília, 2010.

VASCONCELLOS, Marcelo Leonardo da Silva. O Sistema Global da FAO sobre Recursos Fitogenéticos: a posição do Brasil. Tese (Doutorado) - Instituto Rio Branco, Curso de Altos Estudos, Ministério das Relações Exteriores, Brasília, 1991.

Nenhum comentário :

Postar um comentário